Álvaro Feijó homenageado com dois concursos!

Padrão
7ConcursoLiterário2014Cartaz 2º Concurso IlustraçãoAF 2014

Clique para aceder aos respetivos regulamentos.

REGULAMENTO 7.º Concurso Literário 2014

REGULAMENTO 2º Concurso Ilustração 2014

Porquê os concursos Literário e de Ilustração?

Mais do que um espaço e um conjunto de recursos bem organizados, a biblioteca escolar deve assumir-se como uma estrutura educativa de aprendizagem e de construção de conhecimento. A biblioteca da escola constitui uma organização transversal à escola e ao currículo. Cada vez é mais frequente relacionarem-se boas bibliotecas com melhoria de aprendizagens e qualidade da educação.

Há 7 anos consecutivos que a equipa da biblioteca da Escola Secundária deste agrupamento, com a colaboração dos professores de Português, tem vindo a implementar esta iniciativa, pois pretendeu, desde o início, fomentar o gosto pela leitura, estimular o espírito de iniciativa, desenvolver e incentivar a escrita criativa, divulgando uma figura importante no meio literário do século XX, intimamente ligado às terras de Lousada e cujo 98.º aniversário do seu nascimento se comemora neste ano, bem como o que de bom se escreve nas nossas escolas.

Desde o ano passado, estes concursos foram alargados a todos os alunos de todas as escolas do concelho.

De entre os critérios a avaliar pelo júri do concurso literário estão, nomeadamente, a qualidade literária e a criatividade, a correção linguística e a organização e a coerência do texto. Este ano, apostou-se num tema de um poema de Álvaro Feijó que estivesse também relacionado com o tema da Semana da Leitura: “A LÍNGUA PORTUGUESA”.

Também por acreditarmos que a expressão artística contribui, fortemente, para fomentar o interesse por crescer, aprender, descobrir e sonhar, desde o ano passado, e com o apoio do professor Alexandre Ribeiro, de Artes Visuais, a equipa da biblioteca resolveu organizar – integrado no Projeto Montepio intitulado COM.PENSAR.TE –  o Concurso de Ilustração.

Serão objetivos destes concursos: valorizar a criatividade e o imaginário, incentivar o desenvolvimento de competências de leitura e de escrita e fomentar  práticas da expressão artística, tendo este poema como ponto de partida:

Eu tive um pássaro de prata

“Eu tive um pássaro de prata…

Seguia rotas sem fim

– sem dar conta das horas, das distâncias –

para longe de mim.”

 

Álvaro Feijó, in “Os Poemas de Álvaro Feijó”, 3.ª Ed. 1978


Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s