Bibliotecas itinerantes Gulbenkian

Padrão

O Serviço de Bibliotecas Itinerantes  foi criado pela Fundação Calouste Gulbenkian em 1958 e como seguimento ao projeto de uma biblioteca circulante iniciado em 1953. Almejava abranger todo o território nacional, incluindo os arquipélagos. Tinha como objetivos principais “promover e desenvolver o gosto pela leitura e elevar o nível cultural dos cidadãos portugueses, assentando a sua prática no princípio do livre acesso às estantes, empréstimo domiciliário e gratuitidade do serviço.” . O público a quem o serviço se dirigia era principalmente o de menor acesso à educação e cultura, habitando nas regiões mais desfavorecidas e estendendo-se a todas as faixas etárias. Todavia, foi entre o público mais jovem que teve melhor acolhimento .

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s