Category Archives: Articulação

Abertura dos concursos literário e de ilustração Álvaro Feijó

Padrão

A Biblioteca do Agrupamento de Escolas de Lousada pretende desenvolver um papel ativo na promoção da escrita e da leitura, estimular o gosto pela ilustração e a criação de dinâmicas que desenvolvam o sentido estético e a criatividade dos alunos.

Para isso, dinamiza pelo 13.º ano consecutivo os concursos literário e de ilustração “Álvaro Feijó” para toda a população escolar do concelho de Lousada, no âmbito da homenagem ao poeta lousadense.

 

REGULAMENTO Concurso Literário 2020 »»»»»»

 

REGULAMENTO Concurso Ilustração 2020 »»»

 

 

Crianças do JI do Agrupamento voltam a escrever “Histórias da Ajudaris’19”

Padrão

O nosso Agrupamento de Escolas de Lousada, mais uma vez participou no Volume I, com textos de crianças|autores dos Jardins de Infância de Boavista/Silvares, Boim, Ordem, Cristelos e Pias que, com a orientação dos seus educadores, se tornaram verdadeiros escritores de histórias de encantar. Desta vez, o tema foi o “Desenvolvimento Sustentável”.

Esta atividade é desenvolvida através de uma estreita parceria entre a Biblioteca Escolar deste Agrupamento de Escolas e a Ajudaris, e já vai no quarto ano consecutivo! O valor da venda destes livros reverte a favor de crianças e famílias carenciadas.

As nossas crianças continuam a ser solidárias! PARABÉNS!

Dia da Cultura Científica & Tecnológica

Padrão

A equipa da biblioteca, em articulação com os professores das disciplinas de Física e Química, Ciências da Natureza, Matemática, Informática, Artes Visuais e, também, com o Museu de Geologia e os Clubes e Projetos existentes no Agrupamento,  dinamizaram hoje, dia 25 de novembro, mais uma edição do Dia da Cultura Científica & Tecnológica, em que o átrio de entrada da escola e a biblioteca se transformaram num grande laboratório científico.

É preciso ir ao encontro das diferentes características dos alunos, respeitar a sua diversidade, tornar algumas aprendizagens atrativas e eficazes. O grande desafio é olhar para os alunos e aplicar os princípios da inclusão e da equidade. A nova legislação vem dar uma oportunidade às escolas públicas de proporcionar a efetiva igualdade de oportunidades aos alunos.

Hoje, a promoção da ciência e da tecnologia na Escola Secundária fez-se através de experiências divertidas, atividades e exposições especialmente preparadas para esse fim. Todos os alunos puderam conhecer, experimentar, intervir e explorar o mundo do saber, do conhecimento científico e das novas tecnologias.

Mas, afinal, o que é isso da flexibilização curricular?

Não será que este dia foi o exemplo disso?

A articulação da matemática com as ciências e as tecnologias e com as artes e outras disciplinas objetivou o desenvolvimento deste projeto interdisciplinar e plurianual, mas diferenciado de acordo com as características, potencialidades e expectativas dos alunos, nomeadamente sobre o despertar da curiosidade pelo conhecimento científico e tecnológico. Os alunos, por vezes, gostam que as aulas sejam diferentes. A diversificação de estratégias e de formas de operacionalização dos espaços e dos tempos da escola vem motivar os alunos para este tipo de atividades.

Além de tudo isso, foram criadas dinâmicas cívicas dentro da Escola, envolveu-se os alunos numa atividade escolar não letiva, potenciadora do seu pleno desenvolvimento e aprofundaram-se os laços com outros alunos, professores e assistentes operacionais da comunidade.

Um sucesso!

Vamos comemorar o Dia da Cultura Científica & Tecnológica

Padrão

Cartaz da autoria do professor Alexandre Ribeiro

Tendo por objetivo divulgar e valorizar a educação para a Ciência e para a Tecnologia, as Escolas Secundária e Básica têm vindo a desenvolver o Dia da Cultura Científica & Tecnológica.

Este ano será comemorado no dia 25 de novembro, segunda-feira.

Este dia assinala a comemoração do nascimento do professor Rómulo de Carvalho, também poeta (António Gedeão) e será um dia de festa.

Numa estreita articulação entre a Coordenadora da Biblioteca Escolar (Graça Coelho) e a Coordenadora dos Projetos e Atividades (Carla Lopes), juntamente com os professores dos grupos disciplinares de Física e Química,  Ciências da Natureza, Matemática, Informática, Artes Visuais e, também, com o Museu de Geologia e os Clubes existentes no Agrupamento, o espírito de colaboração, que já é apanágio desta escola, leva a que se promovam e dinamizem atividades e experiências divertidas, oficinas, laboratórios abertos e demonstrações interativas, que vão desde as Ciências Experimentais à Ecologia, à Fotografia, à Informática e à Robótica…

Esta efeméride já se tornou uma “marca” neste Agrupamento, pois estão já implementadas as estratégias de flexibilização necessárias para o envolvimento e participação de professores e alunos. É um dia em que se dá total protagonismo aos alunos e à integração de diferentes saberes.

Esta cultura de participação e partilha tem sido determinante na construção de uma escola aberta à mudança, capaz de refletir sobre a sua ação, ajustar-se e responder à exigência contínua de melhoria, assente na valorização das aprendizagens dos alunos, a sua livre iniciativa e à aprendizagem pela descoberta.

N.B. – Como é do conhecimento geral, o ano de 2019 é particularmente rico em celebrações científicas: 100 anos da expedição de Arthur Eddington a São Tomé e Príncipe, 100 anos da União Astronómica Internacional, 50 anos da primeira aterragem do homem na Lua, 500 anos da viagem de circum-navegação de Fernão de Magalhães, e 150 anos da criação da Tabela Periódica dos Elementos Químicos.

Museu de Geologia vai à Biblioteca – Semana 16

Padrão

O mineraloide opala é sílica amorfa hidratada, o percentual de água pode chegar a 20%. Por ser amorfo, ele não tem formato de cristal, ocorrendo em veios irregulares, massas, e nódulos. Tem a fratura conchoidal, brilho vítreo, dureza na escala de Mohs de 5,5-6,6, gravidade específica 2,1-2,3, e uma cor altamente variável.

LER + AQUI »»»»»»

Museu de Geologia vai à Biblioteca – Semana 15

Padrão

Esta semana a Biblioteca expões uma amostra de xisto mosqueado.

Rochas metamórficas são rochas que resultam da transformação da rocha original, o protólito. Este dá origem a uma rocha metamórfica depois de sofrer transformações químicas e físicas devido ao fato de se submeter a temperaturas e pressões elevadas e à atuação de fluidos sofre erosão (metassomatose)[ em zonas profundas da crosta terrestre, sem que, contudo, cheguem a fundir (a não ser, talvez, parcialmente).

Alguns exemplos de rochas metamórficas são o gnaisse, a ardósia,o mármore, o xisto mosqueado, e o quartzito.

 

LER + AQUI »»»»»»»

Museu de Geologia vai à Biblioteca (semana XIII) – Carbeto de silício

Padrão

Esta semana o Museu de Geologia trouxe à nossa biblioteca da Escola Secundária uma amostra geológica de Carbeto de Silício.

O Carbeto de Silício (SiC, também chamado carborundum) é um composto químico de silício e carbono. É mais familiar como um composto sintético largamente usado como abrasivo, mas ocorre também na natureza na forma do mineral muito raro chamado moissanite. Grãos de carbeto de silício podem ser agregados por sinterização, formando uma cerâmica muito dura…

(…) O carbeto de silício é utilizado como uma fonte de silício e carbono em ligas ferrosas com baixos níveis de impurezas quando comparado a outras fontes de silício e carbono…

Ler + aqui »»»»»»»

Vencedores do III Concurso de Leitura de Poesia

Padrão

Fotos da cerimónia de entrega de prémios do III Concurso de Leitura de Poesia, da Rede de Bibliotecas de Lousada, realizada no dia 23 de abril, Dia Mundial do Livro, pelas 18h30, na Biblioteca Municipal de Lousada.

A nossa Escola Secundária venceu nas modalidades do 7.º, 9.º, 10.º e 11.º ano.

                                           Os vencedores do III Concurso de Leitura da RBL