Category Archives: Cidadania

20 anos sobre a morte de Rómulo de Carvalho|António Gedeão

Padrão

PROGRAMA | BROCHURA | BIOGRAFIA

O nosso Agrupamento vai assinalar (pelo 10.º ano consecutivo) o DIA DA CULTURA CIENTÍFICA & TECNOLÓGICA.

Este ano, comemora-se os 20 anos da morte de RÓMULO DE CARVALHO (Físico) | ANTÓNIO GEDEÃO (Poeta)

Para isso, a coordenadora da equipa da Biblioteca, a coordenadora dos Projetos e outros tantos professores coordenadores de clubes e projetos prepararam um Super Programa de Atividades para o dia 24 de novembro, sexta-feira, a realizar na biblioteca, nos laboratórios de Ciências Naturais, no Museu de Geologia e na entrada da Escola Secundária, ao longo do dia.

Participarão nas atividades deste dia, crianças do pré-escolar e alunos do 1.º, 2.º e 3.ºciclos e secundário/profissional deste agrupamento.

Aguardam-se indicações/ordem de serviço para a organização das visitas das turmas e dos respetivos professores a esta grande atividade!

Anúncios

A leitura é um direito humano!

Imagem

Lithuania-photo-Balys-Buracas

A AGENDA GLOBAL 2030

REGULAMENTO “A Maior Lição do Mundo”

A educação de qualidade é um direito de todas as crianças.

Para que a promessa da educação universal se torne uma realidade para cada criança é necessário um compromisso global. Os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável apelam à comunidade internacional no sentido de “garantir o acesso a uma educação inclusiva, equitativa e de qualidade e promover oportunidades de aprendizagem ao longo da vida para todos” até 2030 (ODS 4 – Educação de Qualidade).

A UNICEF lança às escolas o desafio de desenvolverem projetos, no decurso do ano letivo de 2017/2018, que abordem preferencialmente a importância de uma educação de qualidade.

LER mais aqui »»»»

 

2.º dia das VI Jornadas da Rede de Bibliotecas de Lousada

Padrão

A Biblioteca Escolar a cuidar do Ambiente Local

Hoje pela manhã, os trabalhos começaram com as apresentações do “Espetáculo de Leituras”, por Isaque Ferreira e Rui Spranger. “A natureza da escrita e da ilustração” foi o tema tratado por Carla Maia de Almeida e Tiago Albuquerque. Margarida Gomes conversou sobre “Cidadania e Ambiente”.

A tarde teve início com uma sessão de formação pela Dra. Fernanda Leopoldina Viana, da Universidade do Minho, intitulada “Do ler para” ao “ler com”. “Um ambiente cidadão” foi um tema apresentado, de uma forma muito bem disposta, por Francisco Ferreira e Sofia Vaz Guedes.

Mais uma vez, a boa disposição e a música marcaram o final das VI Jornadas, com um concerto interativo pelos “Be-dom”.

Estratégia nacional de educação para a cidadania | e-Book

Padrão

 Download|Introdução

A educação e a formação são alicerces fundamentais para o futuro das pessoas e do país. A aposta do XXI Governo Constitucional numa educação para todos e todas de qualidade exige uma intervenção que tenha em consideração os desafios colocados no quadro da sociedade atual à educação. As questões relacionadas com a sustentabilidade, a interculturalidade, a igualdade, a identidade, a participação na vida democrática, a inovação e a criatividade estão, de facto, no cerne do debate atual. À escola, enquanto ambiente propício à aprendizagem e ao desenvolvimento de competências, onde alunos e alunas adquirem as múltiplas literacias que precisam de mobilizar, exige-se uma reconfiguração, a fim de responder às exigências destes tempos de imprevisibilidade e de mudanças aceleradas. O documento Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória, recentemente aprovado (Despacho n.º 6478/2017, de 26 de julho), constitui-se como um referencial para o desenvolvimento curricular e para o trabalho a realizar em cada escola, respondendo aos desafios sociais e económicos do mundo atual, alinhados com o desenvolvimento de competências do século XXI.

A Estratégia Nacional de Educação para a Cidadania integra um conjunto de direitos e deveres que devem estar presentes na formação cidadã das crianças e dos jovens portugueses, para que no futuro sejam adultos e adultas com uma conduta cívica que privilegie a igualdade nas relações interpessoais, a integração da diferença, o respeito pelos Direitos Humanos e a valorização de conceitos e valores de cidadania democrática, no quadro do sistema educativo, da autonomia das escolas e dos documentos curriculares em vigor. (…)

Conteúdo relacionado:

Notícia extraída do blogue da RBE (Rede de Bibliotecas Escolares)