Category Archives: Notícias

Encontro com Afonso Cruz na biblioteca da secundária

Imagem

BIBLIOGRAFIA | BIOGRAFIA

O encontro com o autor/ilustrador Afonso Cruz está agendado para o dia 5 de dezembro, terça-feira, pelas 9:30 horas. Esta atividade será coordenada pela professora bibliotecária da Escola Secundária, para os alunos do 7.º ano e inserida num contexto da disciplina de Português.

…da vocação e do prazer de escrever… do nascimento da ideia que origina um novo livro… da pesquisa que antecede a escrita… do trabalho da revisão até à publicação… do escritor que dá vida a outras personagens…

Anúncios

VI Jornadas Pedagógicas da RBL

Padrão

A Biblioteca Global a cuidar do Ambiente LocalClica no cartaz  »»»»»»»

José Fanha e António Torrado escrevem sobre Lousada | alunos do 4.º e 6.º ano

Padrão

 

Fonte | 12 de outubro | 18h | Auditório Municipal de Lousada

Na quinta-feira, dia 12, vão ser apresentadas as duas mais recentes obras literárias editadas pela Câmara Municipal de Lousada e que se destinam a alunos do 4.º e 6.º ano que frequentam as escolas do concelho.

Cartas à minha terra, da autoria de José Fanha, com ilustrações de Rachel Caiano, e a Incrível história dos bacalhaus voadores, de António Torrado, com ilustrações de António Pilar, são os dois novos livros.

Há dois anos tinham sido lançados dois outros livros com cenário em Lousada (Álvaro Magalhães para o 1º ciclo e António Mota para o 2º ciclo).

A cerimónia, que vai decorrer no Auditório Municipal, pelas 18h00, conta com a presença dos autores.

Apresentado o novo Plano Nacional de Leitura

Padrão

                  RTP

Está apresentado o novo Plano Nacional de Leitura. Foi pensado para a próxima década. E também para os adultos, não apenas para crianças e jovens. O primeiro-ministro esteve nesta apresentação, no Porto, e disse que só com mais leitores se consegue uma cidadania mais ativa.

Ler mais >>

Conteúdo relacionado:

“R” de Romano ou “R” de Românico?

Padrão

Postal-Rota-do-Românico

Os técnicos intérpretes da Rota do Românico, Dr. Joaquim Costa e Dra. Tânia Nogueira, em parceria com a equipa da Biblioteca do Agrupamento, têm vindo a desempenhar um périplo educativo patrimonial excelente, divulgando a vasta herança histórica deste território entre o Tâmega e o Sousa aos meninos desde o pré-escolar até ao 10.º ano de Artes. Tanto em sessões de esclarecimento em todos os estabelecimentos do agrupamento, como nas visitas aos imóveis.

Esta semana, foi dedicada aos alunos do 5.º ano e, em várias sessões, foram esclarecendo as diferenças entre  o “R” de Romano e o “R” de Românico. Aprenderam que:

ponte-romana

Romano era o estado da Antiguidade, formado a partir da cidade de Roma, fundado em 753 a.C. e que vigorou até 510 a. C., sendo governado por sete reis. O Império Romano perdurou até 476 d. C. na procura de uma civilização e uma arte comuns para todos os povos invadidos.

Românico é a arte cristã ocidental desenvolvida entre os séculos XI e XIII, que combina elementosIgreja de Meinedo-Lousada bárbaros e orientais. Ela é rica em formas e desenhos e assume características únicas pelo recurso a imagens de assuntos da natureza nos portais e na decoração dos monumentos.

E porque é importante a Rota do Românico? Porque o território situado entre os rios Tâmega e Sousa representa um importante período histórico de Portugal – o início da Nacionalidade. Ele abrange 12 municípios, entre os quais Lousada e localiza-se no centro do triângulo de uma região hoje declarada Património da Humanidade: Porto, Guimarães e Vale do Douro.

Muito obrigada aos técnicos da Rota do Românico! Os alunos estão a adorar!

Dia Mundial da Dança

Padrão
DiaDançaCartaz

O dia 29 de Abril celebra a dança. Em Portugal, a data não foi esquecida e várias iniciativas estão agendadas por todo o país para comemorar o Dia Mundial da Dança.

Criado em 1982 pelo Comité Internacional da Dança da UNESCO como uma homenagem ao criador do ballet moderno, Jean Georges Noverre (1727-1810), o dia tem por objectivo chamar a atenção do público em geral para a importância da dança e incentivar o apoio por parte das entidades governamentais a esta arte.