Category Archives: Parcerias

10 anos com Álvaro Feijó | Concursos Ilustração e Literário

Padrão

tira5-oconcilustracaoaf2017

      REGULAMENTO 5.º CONCURSO DE ILUSTRAÇÃO »» clique aqui

tira10-oconcliterarioaf2017

      REGULAMENTO 10.º CONCURSO LITERÁRIO »» clique aqui

Apresentação do livro “Histórias de Encantar”

Imagem

historias-de-encantar-ajudaris16

A apresentação do livro “HISTÓRIAS DE ENCANTAR”, escrito por jovens autores solidários, realizar-se-á no Auditório Municipal de Lousada, na quinta-feira, dia 19 de janeiro, pelas 18h00.

Nesta festa, destacar-se-ão as Educadoras e as Crianças dos Jardins de Infância do nosso Agrupamento de Escolas de Lousada que participaram neste projeto através da produção de textos coletivos, sobre o tema da Alimentação.

O projeto Histórias da Ajudaris, que é uma iniciativa de incentivo à leitura, à escrita e à solidariedade,  é promovido pela associação Ajudaris. O valor do livro reverte a favor de crianças e famílias carenciadas.

7.ºs anos visitam Igreja de Meinedo

Padrão

Dando continuidade ao projeto da Biblioteca do Agrupamento em parceria com a Rota do Românico, intitulado “O que as pedras nos contam”, hoje foi a vez dos alunos do 7.º ano da Escola Secundária visitarem a Igreja de Santa Maria de Meinedo.

A guia intérprete da Rota do Românico, Dra. Tânia Nogueira, explicou aos alunos do 7.º ano que a Igreja Matriz de Meinedo foi dedicada a Santa Maria desde a sua fundação (1262) e, segundo a tradição, este edifício substituiu um antigo mosteiro, fundado antes da ocupação árabe da península, onde teriam sido depositadas as relíquias de Santo Tirso, oriundas da cidade de Constantinopla. Meinedo terá sido, nesse período, sede de um importante bispado. É que foi D. Afonso Henriques que doou estas terras a senhores de Meinedo que, com a sua lealdade, o ajudaram na luta contra os Mouros.

Revelou ainda a importância dos cachorros (pedra esculpida com figuras humanas na qual assenta uma cornija), no exterior da Igreja, nomeadamente para o povo que não sabia ler nem escrever. Mostrou uma sigla de canteiro na parede lateral exterior e explicou que o arco triunfal da Igreja, que separa a nave da capela-mor (na sua origem, construído em pedra) tinha sido coberto por talha dourada e que o teto da capela-mor era coberto por caixotões pintados com motivos da Bíblia…

CAM00828

Pensamos nós que, pelo grande interesse revelado, os alunos tenham adorado esta aula de campo.

Como fazer um relatório de uma visita de estudo?

Padrão

 

logo visita estudo

Nesta terceira fase do projeto da Biblioteca, em parceria com a Rota do Românico do Vale do Sousa : “O que as pedras nos contam”, deu-se já início à aplicação de um conjunto de guiões de Literacia da Informação, previamente testados e intitulados: “Aprende a estudar” que funcionarão como instrumentos de apoio a aprendizagens variadas.

Ao longo desta semana, já está a ser aplicado o »»» Guião: Como fazer um relatório de uma visita de estudo? a todos os alunos do 4.º ano do nosso agrupamento.

Ao que parece, um sucesso!

Torre de Vilar: aprender com o património

Padrão

4 ilustrações de alunos do 4ºB da EB de Cristelos, a partir da visita que fizeram à Torre de Vilar, construída entre a segunda metade do século XIII e o início do século XIV, um testemunho da existência da domus fortis, residência senhorial, fortificada no território do Tâmega e Sousa. Trabalhos de ilustração executados nas aulas, a partir do projeto da Biblioteca do agrupamento em parceria com a Rota do Românico, intitulado “O que as pedras nos contam”.

10.º ano de Artes visita Mosteiro de Pombeiro

Galeria